Dica de Livro – “O jeito Harvard de ser feliz”

Que “dinheiro não trás felicidade”, já estamos cansados de saber. Mas, antes de ler este livro nunca havia pensado que o sucesso também não trás felicidade alguma. Aliás, o ponto de partida do autor Shawn Achor* é provar – a partir de inúmeras pesquisas e casos reais – que a lógica aqui é totalmente inversa. Ou seja, é a felicidade que trás com ela a possibilidade do sucesso.

“Se nos limitarmos a estudar a média, permaneceremos meramente medianos.”

O livro se baseia em estudos de padrões de pessoas acima da média. Mas, o que esses indivíduos têm em comum? Quais são seus hábitos e rotinas? Eles não possuem problemas? E é exatamente aí que mora a chave da questão. Pois, todos nós temos problemas e/ou dificuldades. Entretanto, a teoria defendida pelo professor de Harvard é de que a nossa interpretação da realidade pode alterar completamente a experiência dessa realidade. Por isso, quando indivíduos se tornam vítimas, na maioria das vezes, é porque eles se interpretam como tal. E, a partir daí, fica difícil não ocupar este lugar. 

“A felicidade é mais do que apenas um estado de espírito, ela requer prática e empenho.”

Outro ponto que achei bem interessante é o fato de que a felicidade não é somente para aquelas pessoas mega otimistas por natureza. Mas ela pode (sim) ser incorporada no dia-a-dia de qualquer um de nós. É tudo uma questão de inseri-la na rotina (temos algumas dicas para isso) aos poucos, como se fosse um novo exercício.

Confira aqui as 6 top dicas que separei:

  1. Cuidar do nosso ambiente físico (tanto no trabalho, como em casa), para que seja o mais agradável possível, pois ele pode impactar muito no nosso estado de espírito e bem estar;
  2. Incluir (ao menos uma) atividade física na rotina semanal. O exercício praticado regularmente reduz o estresse e a ansiedade, melhorando assim, o humor, o desempenho no trabalho e nos auxilia a entrar no “flow”;
  3. Gaste (ou melhor, invista) o seu dinheiro para fazer coisas, ao invés de comprar coisas. O ser nos trás felicidade à longo prazo, enquanto o ter supre (na maioria das vezes) uma necessidade momentânea;
  4. Sonhar e planejar eventos futuros que proporcionem prazer. Isso é nítido quando planejamos uma viagem e começamos a “curtir” o evento muito antes de ele se iniciar, conseguindo prolongar este prazer por mais tempo;
  5. Procurar usar as nossas habilidades como, por exemplo, tocar um instrumento ou, até mesmo, executar uma tarefa em que temos mais facilidade, pois isto nos promove uma sensação de auto-estima;
  6. Pensar (ou melhor, escrever) sobre uma experiência positiva que aconteceu durante o dia, todos os dias, na hora de dormir. Isto nos ajuda a enxergar o lado positivo de cada dia, por mais que existam períodos com diversas dificuldades. Desta forma, podemos treinar a nossa mente para obter o melhor de tudo que acontece e ajustar o nosso cérebro para enxergar a situação de maneiras diferentes e nos elevar acima das nossas circunstâncias. Não simplesmente esperando a situação perfeita, como se fosse uma busca. A felicidade exige uma certa construção;

O jeito Harvard de ser feliz” nos prova, de diversas formas, que a prática frequente (seja lá do que for), muda a reconfiguração do nosso cérebro, formando assim, os hábitos. Portanto, se conseguirmos incorporar estes hábitos positivos, eles poderão render retornos durante anos e anos, como um investimento à longo prazo. Basta escolher qual tipo de investimento queremos para nossa vida.

“Não escreva um livro, escreva uma página. Não espere ser um grande gestor nos seus primeiros seis meses, só tente definir bem as expectativas. Por menor que seja o círculo inicial, ele pode levar a grandes retornos.”

Ou seja, não precisamos abraçar tudo de uma só vez e implementar diversas mudanças da noite para o dia. Tudo faz parte de um constante processo. Para isto, a primeira etapa que precisamos atingir é a autoconsciência, identificando e externalizando nossos sentimentos. Após dominar este círculo da autoconsciência, a próxima meta é identificar os aspectos da situação que podemos controlar e os que não podemos.

Gostou? Então, basta começar e acreditar;)

*Saiba mais sobre o autor: shawnachor.com

Participe comentando 💬

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.