A importância da respiração no pedal

Hoje compartilho com vocês um tema que muitas vezes é deixado de lado, até mesmo por se tratar de um movimento natural e involuntário, mas que pode fazer uma enorme diferença no seu dia-a-dia e, principalmente, no momento da sua atividade física e da sua pedalada.

 

Saber respirar é essencial para quem busca uma melhor performance em cima da bike. Para quem inicia no pedal, controlar a respiração é uma meta difícil, pois você está conhecendo seus limites e as reações de seu corpo no ciclismo.

Alguns iniciantes não têm conhecimento sobre a respiração e, por isso, perdem na performance. Mas com o tempo e uma maior rodagem com a bicicleta, a respiração passa a ser controlada de maneira mais fácil.

Uma respiração ritmada e controlada deixa os batimentos cardíacos mais estáveis, o que favorece a performance, pois o ciclista faz o mesmo trabalho com menos esforço. “Você ainda guarda um estoque de energia para um outro momento da sua prova ou treino”, apontou o treinador Alexandre Lima.

O ciclo respiratório é muito particular – muita gente se sente mais confortável ao respirar pelo nariz e soltar pela boca, outros inspirando e expirando somente pelo nariz e outros apenas pela boca. Portanto, não existe uma técnica, uma fórmula ou a cadência ideal para a respiração. A recomendação é seguir um método utilizado por muitos profissionais, que é de expirar mais ar do que foi inspirado.

“Quem observa atentamente as provas de ciclismo, pode perceber que muitos ciclistas inspiram uma vez e expiraram duas, pois, para alguns, acumular ar nos pulmões causa desconforto. Para os iniciantes, esta pode ser uma forma simples de começar a controlar a respiração”, destacou Alexandre Lima.

Quando o ciclista atinge o limiar anaeróbio, ele fica ofegante, o que é sinal de que a produção de gás carbônico (CO²) foi aumentada e o corpo pede para que a substância seja eliminada. A respiração deve ser muito bem-controlada neste instante e a cadência das pedaladas devem ser ajustadas até que o ciclista baixe de seu limiar anaeróbio, deixando de ficar ofegante e retornando ao seu ritmo normal da prova ou treino.

Fonte: Prólogo, Por Daniel Balsa.

Um comentário em “A importância da respiração no pedal

Deixe uma resposta para vxofox Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.