A importância da respiração no pedal

Hoje compartilho com vocês um tema que muitas vezes é deixado de lado, até mesmo por se tratar de um movimento natural e involuntário, mas que pode fazer uma enorme diferença no seu dia-a-dia e, principalmente, no momento da sua atividade física e da sua pedalada.

 

Saber respirar é essencial para quem busca uma melhor performance em cima da bike. Para quem inicia no pedal, controlar a respiração é uma meta difícil, pois você está conhecendo seus limites e as reações de seu corpo no ciclismo.

Alguns iniciantes não têm conhecimento sobre a respiração e, por isso, perdem na performance. Mas com o tempo e uma maior rodagem com a bicicleta, a respiração passa a ser controlada de maneira mais fácil.

Uma respiração ritmada e controlada deixa os batimentos cardíacos mais estáveis, o que favorece a performance, pois o ciclista faz o mesmo trabalho com menos esforço. “Você ainda guarda um estoque de energia para um outro momento da sua prova ou treino”, apontou o treinador Alexandre Lima.

O ciclo respiratório é muito particular – muita gente se sente mais confortável ao respirar pelo nariz e soltar pela boca, outros inspirando e expirando somente pelo nariz e outros apenas pela boca. Portanto, não existe uma técnica, uma fórmula ou a cadência ideal para a respiração. A recomendação é seguir um método utilizado por muitos profissionais, que é de expirar mais ar do que foi inspirado.

“Quem observa atentamente as provas de ciclismo, pode perceber que muitos ciclistas inspiram uma vez e expiraram duas, pois, para alguns, acumular ar nos pulmões causa desconforto. Para os iniciantes, esta pode ser uma forma simples de começar a controlar a respiração”, destacou Alexandre Lima.

Quando o ciclista atinge o limiar anaeróbio, ele fica ofegante, o que é sinal de que a produção de gás carbônico (CO²) foi aumentada e o corpo pede para que a substância seja eliminada. A respiração deve ser muito bem-controlada neste instante e a cadência das pedaladas devem ser ajustadas até que o ciclista baixe de seu limiar anaeróbio, deixando de ficar ofegante e retornando ao seu ritmo normal da prova ou treino.

Fonte: Prólogo, Por Daniel Balsa.

Um comentário em “A importância da respiração no pedal

Participe comentando 💬

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s