Brasil Ride | more than a race… a stage in your life!

More than a race… a stage in your life!

E não é por um acaso que o lema da Brasil Ride é este. A maior ultramaratona de moutain bike das Américas não se limita em pedalar 600km, com mais de 13.000m de subidas acumuladas. Nestes 7 dias, além do esforço físico, é preciso um grande esforço mental, emocional e muito trabalho em equipe!

Prova disso foi o emocionante depoimento de Daniela Genovesi. A atleta nos conta aqui um pouco de como foi correr a prova, pela primeira vez como dupla mista, e também nos diz o que a Brasil Ride tem de diferente de todas as outras provas que já participou no Brasil e no mundo.

dani g.
Essa prova foi muito especial, porque no início do segundo dia a gente teve um problema sério de desidratação e câimbra. A gente sofreu muito na serra, tipo achando que não fosse mais completar. Conseguimos completar a etapa, nos recuperar e dois dias depois agente conseguiu dois pódios, então a gente saiu das cinzas e veio se ressurgindo e isso foi um fato muito motivacional. Estou muito mais feliz do que se eu tivesse ganho a prova, porque conseguimos nos superar! A gente acha que já passou por tudo na vida, que não vai passar mais por perrengue nenhum, que tem que arrancar forças do além e aqui agente viu que, de novo, arrancamos força do além e que vale a pena treinar o ano todo, acordar de madrugada, deixar a família, às vezes, de lado. Porque a gente sempre acha que está dando pouca atenção para os filhos, mas chegando aqui, vale tudo a pena! A família fica feliz, os filhos ficam orgulhosos…”

  • E o que a Brasil Ride tem de especial e diferente das outras provas que já participou?

Companheirismo, você entender o que seu parceiro está passando e você também. Quando está ruim, tentar passar isso da melhor forma para seu parceiro. Porque é uma coisa em conjunto, então é uma lição realmente de vida aqui que a gente aprende, de você lidar com a sociedade, ajudar seu parceiro, deixar ele te ajudar também, você ser ajudada. Então, essa coisa da parceria, do companheirismo acho que deixa a Brasil Ride diferente de todas as provas. Porque eu tenho minhas limitações em alguns momentos, que não são nos mesmos momentos que meu parceiro. Então, ele tem que respeitar as minhas limitações. Assim como eu tenho que respeitar as limitações dele e cada um se ajudar, naquele momento que precise. Como é uma prova de uma semana, é um trabalho mental, emocional enorme, dentro do seu desgaste físico. Então eu acho que é isso que deixa a Brasil Ride especial e é por causa disso que a gente sempre se emociona ao cruzar a linha de chegada e terminar a prova.

Pois é, não pode fingir! Valeu Daniela!

Participe comentando 💬

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s