Pedalando na Rodovia Rio-Santos

O último pedal dos 24

Neste último sábado, dia 12, fiz meu último pedal ainda com 24 anos. Passei o final de semana em Riviera de São Lourenço e aproveitei para ir até Juquehy de bike. O clima estava ótimo, meio ‘fresquinho’ e a Rodovia Doutor Manuel Hipólito Rego, mais conhecida como Rio-Santos, tem um trajeto super bacana para quem curte pedalar de speed.

O percurso não tem muitas dificuldades, a não ser uma subida (bem inclinada), mas também curta.

No meio do caminho, encontrei vários ciclistas pedalando por lá, paisagem linda, passando por praias e montanhas.

Chegando em Juquehy, fazendo o retorno para voltar, parei em uma padaria, ao lado direito, onde comprei mais água para repor o cantil. Opção bem rápida e fácil para quem precisa comprar algo para comer ou beber.

No total, 76km rodados. Deu para fazer um bom treino. Para conferir mais é só clicar no ->Strava<-.

Vale lembrar também que, para uma melhor segurança, é sempre bom evitar horários de muito fluxo de carros na pista, principalmente em alta temporada e feriados.

Depois disso, ainda encarei mais 2km de corrida, só para sentir como era a transição. E, apesar de estranhar um pouco, foi muito bom!

Pronta para os novos desafios e oportunidades de um novo ciclo que se inicia, agora, um pouquinho mais velha, ou melhor, mais experiente (rs)…

Beatriz Frias®

9 comentários em “Pedalando na Rodovia Rio-Santos

  1. Affe, sou só dez anos mais velha que tu! rs Lindo ver uma guria na tua idade tão intensa no esporte!!! Parabéns, guria!!!!

  2. Êêê, parabéns!!!
    Mas como o Milton é a Deysi, também tô com uns anos de frente aí… (34)
    Mas pessoal, o que importa é a idade mental!!! Ou não??? Rs
    Brincadeiras à parte, o que a Deysi disse é verdade. Muito legal essa motivação aos 25… Ahh, se eu treinasse naquela época como treino hoje…
    Abração e tudo de bom pra ti!
    Armando – http://atriathlon.wordpress.com

    1. Aeee Armando, muito obrigada!!
      Pode ter certeza que o que importa é a mental sim!!! Ainda mais quando temos o esporte nas nossas vidas! Rs. Espero estar melhor também nos treinos daqui alguns anos hein…
      Beijos :)

  3. O pedal na Rio Santo é muito bacana mesmo . Lá tem 2 percursos clássicos, um deles é a volta de Juquehy que vc fez uma parte , tanto faz o lado que vc sai , mas a volta de 96 é sando o do posto Shell (que da para para o carro na boa) em Bertioga , bate lá e volta. Um percurso bem plano como vc viu, mas com uma parte que requer MUITA atenção , a parte que passa por Boraceia, pois lá tem muita areia no acostamento e muita gente também nos acostamentos.
    Outro percurso é um pouco menos , mas um pouco mais desafiador , pois também pode-se sair da Riviera ou de Bertioga mesmo e seguir ao contrário sentido Guarujá. O que tem no caminho é uma serrinha que deixa o pedal menos plano e mais divertido um pouco. Outra diferença é que vc não vê o mar em nenhum momento , mas em compensação só mata o tempo todo. Esqueci de mencionar que o trecho de pedal para no final da estrada , onde se faz meia volta.
    Dica: para quem vai fazer o Iron esse pedal é o que mais se assemelha ao de Floripa , pois está no nível do mar e por ter poucas subidas e descidas , é pedal o tempo todo como lá. Vale SUPER a pena , recomendo. Outra dica , tem que sair para pedalar BEM cedo , por conta o movimento da estarda e do calor . Bons treinos a todos

Participe comentando 💬

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.